No ano passado, juntamos diversos movimentos de mobilidade urbana da cidade para uma incidência coletiva no PPAG 2018-2021. Este trabalho foi feito a partir do projeto MobCidades, que propõe uma atuação em rede para o Orçamento das cidades. Assim, fizemos a proposição de algumas emendas para a área de mobilidade urbana e conseguimos aprovar oito delas.

O PPAG 2018-2021 foi aprovado no dia 29 de dezembro de 2017 e ainda prioriza, em termos financeiros, os modos de transporte individuais e motorizados. Há pouca inovação para o transporte ativo e coletivo sobre o individual, mas acreditamos que ainda existem margens relevantes para atuar por essa priorização e mudança de paradigmas.

A partir da atuação do Nossa BH e MobCidades no orçamento municipal pelo PPAG 2018-2021, foi elaborado um relatório, que analisa todo o orçamento deste período e faz um recorte na mobilidade urbana. É possível, com ele, entender melhor a realidade do que está previsto em investimentos para os próximos quatro anos e qual foi o trabalho realizado pela sociedade civil dentro desta realidade.

Confira o documento completo em: Relatório – AR Mobilidade Urbana PPAG2018-2021