Coletivos da RMBH lançam campanha #D1Passo na Metrópole para pautar a mobilidade nas eleições 2018

| Mobilidade Urbana,Notícias | 0 comentários

Coletivos da Região Metropolitana de Belo Horizonte se uniram para pautar a mobilidade na metrópole durante as eleições de 2018, a partir de um programa temático (mobilidade urbana) e territorial (escala metropolitana) que será apresentado às nove candidaturas ao Governo de Minas Gerais e colocado em pauta para a sociedade

Contexto:

Em dez anos, a Metrópole belo-horizontina sofreu os impactos com a mudança da forma das pessoas se locomoverem. Em 2002, 44,5% da população se locomovia de transporte coletivo. Em 2012, esse número caiu para 31,4%, segundo dados da Pesquisa Origem/Destino (OD) de ambos os anos. Nesse mesmo período, o uso do carro aumentou bastante, correspondendo a 20,8% do total dos deslocamentos em 2002 e 30,8% em 2012. O uso da bicicleta também caiu percentualmente, mas mantendo-se no mesmo patamar: era 1,1% em 2002 e passou para 1,0% em 2012, de acordo com ambas as pesquisas OD.

O resultado dessa inversão é o aumento da poluição sonora, crescimento das emissões de gases de efeito estufa e de poluentes locais, maléficos para a saúde humana e animal, vias cada vez mais congestionadas, pessoas perdendo suas casas para dar lugar a viadutos e avenidas mais largas, perda de espaço público para trânsito privado de automóveis, motoristas estressados e alto número de atropelados, feridos e mortos no trânsito. Isso tudo sem falar nos impactos financeiros na saúde pública gerados, especialmente, pelos atropelamentos, por mortes e pelo tempo gasto em engarrafamentos.

Ou seja, o modelo de crescimento da RMBH tem significado perdas humanas, sociais, econômicas e ambientais.

#D1Passo na Metrópole:

A #D1Passo na Metrópole é uma campanha apartidária, construída por cidadãs e cidadãos da Região Metropolitana de Belo Horizonte  e tem o objetivo de priorizar a mobilidade urbana sustentável na RMBH durante o debate eleitoral ao Governo do Estado, no sentido de reverter a tendência de piora na mobilidade metropolitana.

Como dar esse passo:

Queremos que propostas concretas, criadas por nós, sejam incorporadas em todos os programas de governo das candidatas e candidatos ao Governo do Estado de Minas Gerais, para garantir que no próximo ciclo político tenhamos uma gestão metropolitana comprometida com uma mobilidade urbana mais sustentável na metrópole belo-horizontina. Para isso, criamos o Programa de Governo #D1Passo (www.d1passo.mobi), composto por cinco eixos temáticos que fomentarão a agenda eleitoral e também um debate temático durante as eleições.

Metodologia:

Os 11 coletivos que fazem parte da campanha dialogaram e criaram um Programa de Governo temático, com cinco eixos, sobre a mobilidade urbana no território metropolitano.

#1 Estrutura e coerência do território da metrópole – Priorizar a equidade de oportunidades no território por meio de uma rede de mobilidade metropolitana que promova acesso às 34 cidades que compõem a RMBH.

#2 Andar e pedalar – Qualificar, estimular e priorizar o caminhar, o uso da bicicleta e outros transportes ativos (não-motorizados) de forma segura e em todos os locais da metrópole, especialmente no acesso à rede metropolitana.

#3 Mobilidade coletiva – Consolidar uma rede metropolitana de transporte coletivo, integrada, diversificada, por meio de vários modos de transporte simultaneamente, com ampla oferta e qualidade do serviço perceptível pelos usuários.

#4 Cargas – Incorporar a logística urbana de forma integrada à política de mobilidade, reduzindo os impactos da movimentação dos veículos de entrega sobre a circulação viária, meio ambiente e vizinhança.

#5 Gestão e recursos – Redefinir e unificar atribuições de gestão e planejamento da mobilidade urbana metropolitana, com reformulação da distribuição de recursos financeiros;

A partir daí, esse programa será pautado na imprensa e levado às mãos das nove candidaturas ao Governo de Minas Gerais. Espera-se que as nove candidaturas estejam abertas ao diálogo e, mais que isso, a incorporarem o conteúdo do Programa de Governo #D1Passo na Metrópole nos respectivos programas registrados no TSE (http://www.tse.jus.br/eleicoes/eleicoes-2018/divulgacandcontas#/) – e que podem ser atualizados a qualquer momento.

Ou seja, nossa proposta de Programa de Governo temático é ser uma plataforma aberta da mobilidade urbana sustentável para que qualquer candidata ou candidato ao Governo de Minas Gerais possa acessá-la, debatê-la e incorporá-la aos seus programas de governo, discursos e, sobretudo, às suas práticas. Ela é orientada através de diretrizes e ações possíveis, exequíveis e economicamente viáveis para os próximos quatro anos (2019 – 2022).

Além de subsidiar quem disputará o Governo de Minas Gerais este ano, a plataforma tem como objetivo mobilizar e engajar a população da RMBH a acreditar que, sim, existem soluções para a mobilidade urbana na nossa metrópole.

Debate temático:

Além da plataforma, a campanha #D1PASSO na Metrópole irá organizar o debate #D1Passo na Metrópole: Desafios da Mobilidade na RMBH, que ocorrerá no dia 24 de setembro de 2018, segunda-feira, às 19h no Move Cultura – situado à Rua Monsenhor Bicalho, 263 – Eldorado, Contagem. No debate espera-se que os representantes das candidaturas discutam as propostas voltadas para mobilidade na região metropolitana.

Quem está realizado:

  • A campanha e o debate: 11 (onze) coletivos [Coletivos da campanha #D1Passo na Metrópole]: Associação dos Ciclistas Urbanos de Belo Horizonte – BH em Ciclo; Associação das Arquitetas Sem Fronteiras – ASF Brasil; Associação Espaço Sócio Cultural Diadorim; Bike Anjo BH; Colegiado Metropolitano; Fórum das Juventudes da Grande BH; Move Cultura; Movimento Nossa BH; Movimento Unificado dos Deficientes Visuais – MUDEVI; Oficina de Imagens; Tarifa Zero BH.
  • Apoio logístico: Projeto ObservamosBH do Movimento Nossa BH.

Documentos de referência:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *