CICLOVIAS RECEBERÃO MAIS RECURSOS DO ORÇAMENTO MUNICIPAL GRAÇAS À SOCIEDADE CIVIL ORGANIZADA

| Sem categoria | 0 comentários

Na última quinta-feira, dia 9 de dezembro, a Câmara Municipal aprovou a versão final do Plano Plurianual de Ação Governamental (PPAG), que é o planejamento do orçamento do município de Belo Horizonte pelos próximos quatro anos.

Durante o ciclo de elaboração da peça orçamentária, houve um momento em que emendas populares puderam ser apresentadas.

O Movimento Nossa BH, como faz anualmente, apresentou mais de duas dezenas de propostas de emendas – visando suprimir obras viárias desnecessárias, ampliar a extensão de faixas exclusivas para ônibus, criar o subsídio tarifário, entre outras. Dessas, a emenda de nº 132 foi aprovada pela comissão de orçamento e está no texto final que vai para sanção do prefeito Alexandre Kalil.

A emenda 132 aumenta os recursos e a extensão prevista de obras para ciclovias em BH! A proposta inicial da prefeitura era de construir 4 km em 2022, 8 km em 2023, 8 km em 2024 e nenhum em 2025. O texto proposto pelo Movimento Nossa BH, que foi juntado à emenda nº 127 da vereador Fernanda Altoé, propõe mais 14 km em 2022, mais 10km em 2023 e 2024 e 19 km em 2025. Assim, estão previstos 53 km a mais de ciclovia que se juntam aos 20km já previstos no orçamento municipal para construção no próximo quadriênio.

É um passo importante ter um dos elementos da política cicloviária previsto no orçamento municipal. O passo seguinte é garantir que haja, de fato, execução orçamentária. Estamos atentas e organizadas, e pressionaremos para que as políticas sejam sempre no sentido de uma cidade mais  justa, inclusiva e menos motorizada!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *